Quem Somos   |   Onde Estamos   |   Palavra Operária   |   Seções   |   Publicações   |   Fração Trotskista   |  
  
Domenico Moreti


Más páginas: 0 | 20

segunda-feira 21 de março de 2011
Reunião nacional da conlutas. Baste de reuniões formais, organizemos de plano de luta unificado já!

Os novos ataques que se implementam na USP são apenas uma parte do conjunto de ataques ao funcionalismo público. A CSP-Conlutas, que se reúne nos próximos dias 02, 03 e 04 de abril, precisa tomar medidas concretas para de fato “coordenar” as lutas que começam a se dar em distintas categorias...



quinta-feira 2 de dezembro de 2010
AVANÇAR NA UNIFICAÇÃO DOS EFETIVOS E PRECÁRIOS DA USP
Exemplar triunfo dos terceirizados da Roca na Argentina
Diretor eleito para a gestão 2011-2013 do Sintusp e funcionário da ECA

No momento em que todos os trabalhadores da USP podem comemorar uma importante vitória da CHAPA 1, recebemos com muito orgulho o enorme triunfo obtido pelos mais de 2 mil trabalhadores e trabalhadoras, ferroviários terceirizados, da Roca na Argentina.



sexta-feira 17 de setembro de 2010
MOVIMENTO OPERÁRIO
O PSDB avança na privatização da universidade reprimindo os lutadores

As frustradas tentativas de José Serra, desde 2007, em implementar o conjunto de seus ataques à educação em especial na USP, foram o motor para que o PSDB se relocalizasse dando a João Grandino Rodas a tarefa fundamental de “pacificar” a USP. E para pacificar a USP, iniciou uma guerra contra o setor que mais tem resistido: o Sindicato de Trabalhadores da USP.
- SEMINÁRIO NA USP DISCUTE PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO, OPRESSÃO RACIAL E NEOLIBERALISMO
- É PRECISO DEFENDER A COMISSÃO DE TRABALHADORES DA COSEAS!



quinta-feira 12 de agosto de 2010
CENTRAL SINDICAL E POPULAR - CONLUTAS
Construir uma Central para fazer a diferença na luta de classes.

quarta-feira 28 de julho de 2010
GREVE DA USP
Os trabalhadores da USP deram mais um exemplo de luta

A confluência da política revolucionária da LER-QI em frente única com a maioria da direção do Sintusp e setores independentes, mostrou como um sindicato de luta pode transformar uma luta salarial em uma batalha de classe, combinando métodos combativos, um programa não corporativo que inclui a luta pela unidade das fileiras operárias e a defesa da universidade pública. Leia também:
- SOBRE GREVE, TANQUES E CHINESES DE ONTEM E HOJE



quinta-feira 10 de junho de 2010
GREVE DA USP
Grande luta dos trabalhadores da Universidade de São Paulo
delegados do Comando de Greve e dirigentes da LER-QI

sexta-feira 30 de abril de 2010
MOVIMENTO OPERÁRIO
Os trabalhadores/as da USP votam greve a partir do dia 05 de maio
Trabalhador da ECA-USP e membro do Comando de Mobilização dos trabalhadores da USP

(30/04/2010) Em assembléia que contou com cerca de mil trabalhadores, aprovamos GREVE a partir do dia 5 de maio, pela manutenção da isonomia salarial entre os servidores (repasse do reajuste de 6% dado a estes de forma diferenciada, o que quebra uma conquista histórica da década de 80) e por um conjunto de reivindicações democráticas e contra a repressão na universidade.



terça-feira 24 de novembro de 2009
Vº CONGRESSO DOS TRABALHADORES DA USP
Um importante passo para avançar no classismo

O V Congresso Estatutário dos trabalhadores da USP aconteceu nos dias 12 e 13 de Novembro e reuniu cerca de 130 delegados eleitos nas unidades de ensino e trabalho e também na assembléia geral de associados do sindicato.



segunda-feira 16 de novembro de 2009
Vº Congresso Estatutário do Sintusp
PARA QUE NOSSO COMBATIVO SINDICATO AVANCE NO CLASSISMO

Na próxima semana, dias 11, 12 e 13/11 ocorrerá o Vº Congresso Estatutário dos trabalhadores da USP, que tem por objetivo reavaliar os mecanismos organizativos de direção da entidade e, o fundamental, sua organização e orientação política. Iremos apresentar teses e modificações no estatuto que entendemos ser primordiais para que o Sintusp avance no seu caráter classista.



terça-feira 1º de julho de 2008
NENHUMA FRENTE ELEITORAL COM O PSOL
Os trabalhadores necessitam de uma Frente Classista e Socialista

No momento em que as coligações eleitorais dos partidos burgueses se definem, na esquerda discute-se a formação de uma “Frente de Esquerda” composta por PSOL, PSTU e PCB, como foi feito em 2006 para as eleições presidenciais, que tinha à frente Heloisa Helena como candidata.



terça-feira 17 de junho de 2008
TERCEIRIZADOS DA REVAP: UM PRIMEIRO BALANÇO DOS 30 DIAS DE GREVE
Faltou uma direção que coordenasse as lutas para vencer

No ultimo sábado (14/06) a greve dos trabalhadores terceirizados da Revap (Refinaria Henrique Lage), localizada em São José dos Campos-SP, completou 30 dias e, nesta segunda (16/06), foi encerrada em assembléia pela manhã.



sexta-feira 23 de maio de 2008
TRANSPORTE PÚBLICO
Caos e revolta nos serviços de transporte

Mais uma vez o transporte público em São Paulo volta a ser motivo de inconformismo e revolta. Na quarta-feira (21/05) uma composição da Linha 11 da CPTM teve problemas operacionais na região do Tatuapé, pouco antes das 7h da manhã, e afetou cerca de 60 mil trabalhadores.



quarta-feira 14 de maio de 2008
ELEIÇÕES 2008
A falácia das eleições municipais

Enquanto novos acordos, blocos e conchavos entre os partidos da burguesia voltam a ocupar o noticiário por conta das eleições municipais, as questões elementares de interesse da maioria da população não são minimamente debatidas entre os tantos políticos que se dizem candidatos para assumir prefeituras no ano que vem.



quinta-feira 24 de abril de 2008
OCUPAÇÃO DA REITORIA DA UnB
Potencialidades e limites da ocupação da UnB

Desde os anos 70, os estudantes da UnB não protagonizavam um movimento com método de luta radicalizado: a ocupação da reitoria. Este ano, os estudantes rapidamente se tornaram o epicentro do combate contra a corrupção, motivados pelos escândalos que atingiram a gestão de Timothy Mulholand e seus aliados.



domingo 6 de abril de 2008
PRIVATIZAÇÃO DA CESP
Entre a nova ofensiva tucana e o oportunismo petista

O Governo do Estado de São Paulo teve que recuar no processo de privatização da Cesp (Companhia Energética de São Paulo) marcado para o último dia 26 de março. Frente a problemas judiciais, o leilão da primeira das 18 empresas estatais que o governador José Serra pretende privatizar foi adiado.



sábado 22 de março de 2008
II CONFERÊNCIA ELEITORAL DO PSOL
Um salto de qualidade na adaptação ao regime burguês e na lógica petista de governar.

Depois de participar das eleições presidenciais de 2006 com a Frente de Esquerda (junto com PSTU e PCB), o PSOL realizará no final deste mês de março sua II Conferencia eleitoral com o objetivo de firmar as bases das novas alianças e do programa político dos seus candidatos que concorrerão aos cargos executivos e legislativos (prefeitos e vereadores) das eleições municipais de outubro de 2008.



sábado 16 de fevereiro de 2008
ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2008
PSOL: da tática à estratégia de braços dados com a burguesia

A crise de ex-partidos operários reformistas como o PT corresponde ao fato destes terem se tornado os agentes da ofensiva neoliberal. Esse giro é, talvez, a última fase de sucessivas adaptações ao regime capitalista que durante os últimos anos atingiu não só os antigos partidos trabalhistas mas também a velha social-democracia européia.



sábado 16 de fevereiro de 2008
Para combater a inflação: reajuste automático dos salários de acordo com o aumento do custo de vida

A inflação voltou a pesar mais sobre as famílias mais pobres. Lembremos que os índices oficiais de inflação mascaram o verdadeiro custo de vida dos trabalhadores e do povo pobre. Não bastassem os índices médios de transporte, habitação e despesas pessoais registrarem aumento no ano passado, o preço dos alimentos representou um aumento no custo de vida sem precedentes nos últimos anos.



domingo 27 de janeiro de 2008
A DEMAGOGIA DO GOVERNO LULA E DA OPOSIÇÃO BURGUESA SOBRE OS IMPOSTOS
No final das contas, os trabalhadores pagarão os custos

Mal acabava a votação que derrotou o governo na continuidade da CPMF, Lula e sua equipe econômica, liderada pelo ministro Mantega, alardeava em toda a imprensa que a "irresponsabilidade" do DEM (ex-PFL) e de parte do PSDB iria cobrar seu preço. Apesar de insinuar uma chantagem ao bando opositor, aumentando impostos como o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e a CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) dos bancos, governistas e oposição não têm a menor dúvida de quem pagará pelos R$ 40 bi anuais a menos nos cofres do Estado.




Palavra Operária Nº108

    


  principais títulos::
     Trabalhador não vota em patrão
O PT de Dilma engana os trabalhadores

     Nenhum voto nos partidos capitalistas
Marina Silva é parte da "Velha Política"

     Por que defendemos o voto crítico em Zé Maria?
     PSOL recebe dinheiro de empresas poderosas e se coliga com partidos de Dilma e Marina nos estados.
Nenhum voto na conciliação entre trabalhadores e patrões

     Em defesa da saúde pública, contra o sucateamento e a gestão privada
     28 de setembro- Dia latino americano e caribenho pelo direito ao aborto
Basta de mulheres mortas! Construir uma forte campanha pelo direito ao aborto, à saúde e à maternidade plena!

     Por que construir um partido revolucionário no Brasil hoje?

    ver todos os artigos...    


Buscar Rechercher




RECEBA O BOLETIM ELETRÔNICO DA LER-QI
E-mail:














INSTITUTO DO PENSAMENTO SOCIALISTA

CENTRO DE ESTUDOS, INVESTIGAÇÕES E PUBLICAÇÕES "LEON TROTSKY"
 

Contato: ler-qi@ler-qi.org