Sábado 20 de Dezembro de 2014

Juventude

ESTUDANTES DA UNESP MARÍLIA APOIAM TRABALHADORES DA USP

Moção de Apoio à Ocupação da Reitoria da USP

08 Jun 2010   |   comentários

Nós, estudantes ocupados na direção da FFC-UNESP/Marília, apoiamos veementemente a ocupação da reitoria da USP! As lutas dos trabalhadores crescem em todo o estado, e o movimento dos trabalhadores da USP é expressão desse fato e ao mesmo tempo o setor mais combativo na luta. Os estudantes de Marília tomam as atitudes dos companheiros e das companheiras da USP como exemplo da maneira como deve ser combatida a burocracia, o Estado e os capitalistas. A política do governo e das reitorias está pautada nas convenções neoliberais do capitalismo mundial, e se manifestam nas universidades através da precarização do trabalho: terceirização, exploração ao máximo dos trabalhadores e trabalhadoras, privatização do ensino. Na Unicamp, mais de 5.000 postos de trabalho foram terceirizados; na USP a situação não é diferente e na UNESP a tentativa de precarizar o trabalho vem com toda força. Os estudantes não se colocam contra os trabalhadores terceirizados, mas contra o trabalho terceirizado, pois ele significa exploração extrema. Não bastasse a precarização do trabalho, as reitorias das universidades paulistas ao lado de seu “padrinho” Serra, racharam a luta conjunta dos professores/ as e funcionários/ as com a quebra da isonomia salarial. Mas são os trabalhadores/ as que mais sofrem com as crises do capital, com as imposições de seus patrões e dirigentes. Por resistirem às imposições e buscarem melhores condições, os salários dos lutadores e lutadoras são cortados, eles e elas sofrem pressão e coação dos dirigentes. Os estudantes de Marília estão ao lado dos trabalhadores/ as na luta contra as punições àqueles que pretendem somente conquistar de maneira verdadeira e digna suas vidas.

Comando de Ocupação dos Estudantes da FFC-UNESP/Marília

Artigos relacionados: Juventude , Marília









  • Não há comentários para este artigo